5 dicas para você criar calendários personalizados de qualidade

Publicado em

Os calendários são ótimos para divulgar marcas e produtos, pois são usados o ano todo. Por isso, separamos 5 dicas para você criar calendários personalizados de qualidade:

1 – Formatos diferentes

Muitas empresas fazem calendários para distribuir para seus clientes, por ser um material que dura o ano todo, por isso é importante se destacar e não ser mais um. Escolha um formato diferente, como triedro, cubo ou porta canetas, por exemplo.

2 – Sinalize as datas importantes para a empresa

Além de sinalizar as datas comemorativas, verifique quais as datas são importantes para a marca de seu cliente e as sinalize também. Por exemplo, se o ramo de seu cliente é na área de saúde sinalize as datas de campanhas de conscientização, dia do médico, etc.

3 –  Deixe espaços extras

Muitas pessoas gostam de anotar as datas importantes no calendário além das datas comemorativas, como aniversário de familiares, consultas médicas e eventos. Por isso, é recomendável deixar espaços extras.

4 – Sua marca

Não esqueça de colocar as informações da empresa como site e telefone, não basta deixar somente o logo, se você quer ser lembrado, facilite o impacto com o cliente.

5 – Layout

A tendência de layouts é um estilo mais clean, com cores mais neutras e tons mais claros, dando uma sensação de modernidade. Assim, você não corre o risco de não agradar o cliente por conta de uma cor específica usada no calendário.

Gostou das dicas? Deixe mais dicas aqui embaixo para nós.

[INFOGRÁFICO] 3 dicas importantíssimas para fazer um cartão de visita de qualidade

Publicado em

O cartão de visita é imprescindível no mundo dos negócios, e quando entregue serve como uma senha para que, de posse dele, a pessoa sinta-se à vontade para estabelecer contato.

O cartão passa, a quem recebe, a impressão de como é a sua empresa. Porém muitas vezes esta primeira imagem não corresponde à realidade, pois o layout do cartão não confere à sua empresa a credibilidade que ela merece.

Há diferentes tipos e formatos de cartão de visitas que podem variar de acordo com a demanda e perfil de cada setor. Para produzir um cartão de visita que atenda a necessidade do seu cliente com eficiência, algumas medidas são essenciais e importantes.

Para isso desenvolvemos um infográfico com os principais passos para que o seu cartão de visita tenha a qualidade que você espera.

infografico

Na hora de imprimir o seu cartão de visita conte a Zap Gráfica. No site temos diversas opções de acabamentos, formatos e papeis. Acesse agora mesmo o nosso site e peça o seu orçamento.

Gostou dessas dicas para seguir antes de começar a produzir um cartão de visita? Tem alguma outra dica importante para compartilhar conosco? Deixe seu comentário.

Tag personalizada: Valoriza o seu produto e divulga a sua marca com estilo e sofisticação

Publicado em

vidro

A palavra “Tag”, em inglês, quer dizer etiqueta que abrange diversos significados, sendo um deles organizar informações, anotação, marca e rótulo que se coloca ou se prende a um objeto para a respectiva identificação, classificação ou afixação de preço.

Esse sistema de classificação não é novo e já era utilizado em bibliotecas para organizar livros com temas semelhantes. Se alguém queria procurar livros sobre “astrologia”, por exemplo, bastava procurar por essa palavra-chave que encontrava diversos exemplares sobre o tema.

Já no ramo gráfico, a Tag é um impresso que é utilizado para identificação de produtos e pode ser oferecido a diversos setores, entre eles moda, comércio, varejo, artesanato, alimentício, entre outros.

As tags dos alimentos, por exemplo, incluem dados acerca dos ingredientes contidos nos mesmos, informação nutricional, data de fabricação e prazo de validade. As etiquetas das roupas, por sua vez, focam-se no tamanho e na composição do produto, além de incluir instruções de uso e troca.

jeans

Inicialmente, as tags eram usadas para fornecer apenas informações complementares do produto. Com o passar do tempo, para além da função básica de identificação, as tags passaram também a ser usadas como espaço de divulgação da marca com muito estilo e sofisticação, tornando-se assim mais atrativo aos olhos do consumidor.

Além disso, elas podem ser utilizadas como modelo de cartões de visita, de acordo com a demanda e perfil de cada cliente, devido a sua versatilidade e baixo custo.

Atualmente, as tags especiais também servem para diversas ocasiões, como casamentos, lembrancinhas de aniversários, enfeites de formaturas, embalagens de presentes com mensagens e frases e até mesmo eventos corporativos.

convite

Pensando em todas essas vantagens, a Gráfica24hs desenvolveu uma linha exclusiva de tags com diversos formatos e tamanhos, nos papeis couchê 300g e reciclato 250g, tudo isso para você aproveitar os benefícios desse produto como material de divulgação.

No site da Gráfica24hs você encontra as tags com excelente custo-benefício, basta escolher o formato, tipo de papel e acabamento que combina mais com o perfil do negócio do seu cliente.

Aproveite as nossas dicas e impulsione as suas vendas com as tags personalizadas. Peça seu orçamento!

Como usar calendários personalizados para divulgar a sua marca

Publicado em

Passo a passo

Publicado em
A primeira coisa a fazer quando pretendemos confeccionar um Folder ou Folheto ou Flayer ou também chamado por Panfletos em alguns locais e tem até quem chame de Filipetas, é saber as dimensões do papel que vamos utilizar, o tipo de papel e a sua gramatura.

Das dimensões:

Normalmente as dimensões dos Folhetos são múltiplos ou sub-múltiplos das dimensões de uma folha no tamanho A0, ou sejam:

Dimensoes de Papel

O cliente tem a liberdade de solicitar a confecção dos folhetos em qualquer forma e tamanho. Na verdade os folhetos podem ser de quaisquer dimensões mas é interessante que se tenha a preocupação com o índice de aproveitamento do papel para evitarmos perdas desnecessárias.

Geralmente existe uma padronização nestas dimensões. Nós da Gráfica 24 horas utilizamos as seguintes medidas, quando produzimos com os papéis nas gramaturas de 115g/m² ou 150g/m²:

  • 10 cm x 15 cm
  • 10 cm x 21 cm
  • 15 cm x 21 cm
  • 20 cm x 21 cm
  • 10 cm x 45 cm
  • 15 cm x 30 cm
  • 21 cm x 30 cm
  • 21 cm x 45 cm
  • 30 cm x 42 cm
Já na gramatura de 80g/m² as dimensões mudam um pouco, vejamos:
  • 10 cm x 14 cm
  • 09 cm x 20 cm
  • 20 cm x 14 cm
  • 18 cm x 20 cm
  • 20 cm x 28 cm
  • 28 cm x 40 cm

Outra questão que deve ser levada em consideração, é a gramatura do papel a ser usado.

Na Gráfica 24 horas as gramaturas para os folhetos que normalmente são confeccionados com papel do tipo Couché Brilho, são: 80g/m² – 115g/m² e 150g/m². Não que não possa ser feito com outras gramaturas e outros tipos de papel mas estas são as padronizadas por nós e que são produzidas em 01 dia útil se não houverem acabamentos adicionais do tipo, dobras ou corte com faca especial.
Quando for o caso do cliente solicitar uma gramatura diferentes destas ou um papel diferente, os valores serão objeto de orçamentos individuais à parte e poderão ser solicitados pelos endereços de e-mail orcamento.grafica24hs@gmail.com ou contato@grafica24hs.com.br.

folheto criativo

Ainda dando continuidade na questão das dimensões, os tamanhos e formas podem variar de acordo com a necessidade de cada cliente. Apenas lembramos de que quando as dimensões fogem dos tamanhos padronizados, os custos também sofrerão alterações de acordo com as características individuais de cada trabalho.

As formas que fogem as condições de Corte Reto ou Refile, terão acréscimo dos custos da Faca que terá de ser utilizada na confecção do folheto e o prazo para a confecção desta faca também deve ser considerado e somado no prazo de conclusão do trabalho.

Outra situação que interfere nas dimensões e no custo final do produto é o número de dobras que poderá ter o folheto. Quanto mais dobras e maior for trabalho de acabamentos extras, maior será o custo. O prazo de entrega do serviço também sofre acréscimos que deverão ser consultados no ato do pedido do trabalho.


folhetos com dobras

faquinha-de-coelho-com-orelhas-faca-de-cortar-coelhinho

As dobras e as facas quando são inseridas na confecção dos folhetos, estas sempre trazem os incovenientes do prazo mais dilatado e os custos mais elevados, porem sem dúvida de que os resultados sempre são surpreendentes.

Tudo sempre tem de ser contra-balançado levando em conta o Custo / Benefício. Nem tão muito nem tão pouco.

Conforme já foi dito anteriormente, existem padrões que são normalmente utilizados pelas gráficas mas o cliente tem a sua disposição uma variedade de tipos de papeis, gramaturas diversas e inclusive as texturas dos papeis, que podem variar de um tipo bem simples a outros mais requintados.

Falando de requinte, isso me leva diretamente a fazer uma observação que deve ser analisada por quem está querendo fazer folhetos.

Qual a finalidade deste folheto ou panfleto, como queira chamar?

Este seu folheto será distribuído em larga escala nos sinais de transito ou ficarão expostos para que os interessados possam pegá-los na medida de seu interesse em seu produto ou informação?

Pode não parecer, mas a espessura do papel utilizado na confecção do folheto, pode influenciar e muito, na recepção do mesmo pelo seu público.


entregando folhetos

Quando nos utilizamos de um papel mais fino, tipo da gramatura 80g/m², tem-se por objetivo passar uma informação de impacto ou as informações contidas ali naquele folheto, são apenas para consulta temporária. Exemplo dos Encartes de Supermercados e outras propagandas que tem a intensão de apenas informar por um curto período de tempo.

Já quando queremos que o nosso público alvo, não somente seja informado mas também que guarde aquela informação contida naquele material para que possa ser consultado posteriormente, é indicado que se use um papel mais espesso como o 115g/m2 ou o 150g/m2 devido a durabilidade e a textura do papel ter de ser um pouco mais grossa, passando uma informação no tato do papel, de que o conteúdo ali apresentado, tem um valor especial e deve ser guardado.

Quando o papel é mais fino, temos por hábito ver ou ler a informação e logo após descarta-lo, amassando com nossas mãos e direcionando para o lixo mais próximo, pois o que interessava ali já foi absorvido e não mais temos a necessidade de guardar na forma de papel, mas sim em nossa mente, como informação temporária.